Tecnologia em Metalurgia, Materiais e Mineração
https://www.tecnologiammm.com.br/article/doi/10.4322/2176-1523.0836
Tecnologia em Metalurgia, Materiais e Mineração
Artigo Original

MICROFLOTAÇÃO DE APATITA UTILIZANDO ÓLEO DA CASTANHA DE MACAÚBA (ACROCOMIA ACULEATA) COMO COLETOR

APATITE’S MICROFLOTATION USING MACAÚBA’S (ACROCOMIA ACULEATA) NUT OIL AS COLLECTOR

Silva, André Carlos; Silva, Elenice Maria S.; Rocha, Tércio William Pereira

Downloads: 0
Views: 222

Resumo

A macaúba (nome científico Acrocomia Aculeata) é uma palmeira típica do cerrado brasileiro de grande interesse socioeconômico por sua alta capacidade para a produção de óleo vegetal com elevados teores de ácidos graxos. O presente trabalho avaliou a viabilidade técnica da utilização do óleo da castanha de macaúba saponificado (OCMS) como coletor na microflotação de apatita em tubo de Hallimond, sendo o óleo caracterizado quimicamente e saponificado antes de sua aplicação nos ensaios. Foram realizados ensaios variando-se o pH da solução (8, 9 e 10) e a concentração do coletor (2,5, 5,0, 7,5 e 10 mg/L). De modo a comparar os resultados com o OCMS utilizou-se o coletor industrial Flotigam 5806 da Clariant nas mesmas condições testadas. Os resultados obtidos mostram que o OCMS alcançou maiores recuperações de apatita nos pH’s 8 e 9, sobretudo nas concentrações 7,5 e 10,0 mg/L. Quando comparado ao Flotigam 5806, o OCMS apresentou recuperações menores em todos os pH’s e concentrações testados.

Palavras-chave

Flotação, Óleo da castanha de macaúba, Apatita.

Abstract

Macaúba (Acrocomia Aculeata) is a palm tree typical of the Brazilian savanna with great socioeconomic interest due to its high capacity of vegetable oil production with high levels of fatty acids. This paper evaluated the technical viability of saponified macaúba’s nut oil (SMNO) as a collector in apatite’s micro flotation in Hallimond tube, being the oil chemically characterized and saponified before its utilization. Tests were performed varying the solution pH (8, 9 and 10) and collector concentration (2.5, 5.0, 7.5 e 10 mg/L). To compare the obtained results with SMNO the industrial collector Clariant’s Flotigan 5806 was used in the same tests conditions. Results shows that SMNO reached the highest recoveries rates of apatite in pH 8 and 9, particularly at the concentrations 7.5 and 10 mg/L. When compared to Flotigam 5806, the MNO showed lower recoveries at all pHs and concentrations tested.

Keywords

Froth flotation, Macaúba’s nut oil, Apatite.

Referências

1 Fonseca DS. Sumário mineral brasileiro: fosfato. Brasília: DNPM; 2014.

2 Souza A, Fonseca D. Economia mineral do Brasil: fosfato. Brasília: DNPM; 2009.

3 Monte MBM, Peres AEC. Química de superfície na flotação. In: Luz AB, Sampaio JA, França SCA. Tratamento de minérios. 5. ed. Rio de Janeiro: CETEM/MCT; 2010. p. 399-461.

4 Baltar CAM. Flotação no tratamento de minérios. Recife: Editora da UFPE; 2008.

5 Bulatovic SM. Handbook of flotation reagents: chemistry, theory and practice: flotation of sulfide ores. Oxford: Elsevier Science & Technology Books; 2007.

6 Abdel-Khalek NA, Selim KA, Abdallah MM, El-Bellihi AA, Bayoumy WA. Flotation of egyptian newly discovered fine phosphate ore of Nile Valley. In: Proceedings of the International Conference on Mining, Material and Metallurgical Engineering; 2014 August 11-12; Prague, Czech Republic. Prague; 2014. p. 151-158.

7 Guimarães RC, Araújo AC, Peres AEC. Reagents in igneous phosphate ores flotation. Minerals Engineering. 2005;18(2):199-204. http://dx.doi.org/10.1016/j.mineng.2004.08.022.

8 Costa DS. Uso de óleos vegetais amazônicos na flotação de minérios fosfáticos [tese de doutorado]. Belo Horizonte: Universidade Federal de Minas Gerais; 2012.

9 Alves A, Costa D, Meireles A, Queiroz R, Peres AEC. Aplicabilidade dos óleos de maracujá (Passiflora Edulis) e babaçu (Orbignya Phalerata) na flotação de apatita, calcita e quartzo. In: Universidade Federal de Goiás. Anais do XXV Encontro Nacional de Tratamento de Minérios e Metalurgia Extrativa e VIII Meeting of the Southern Hemisphere on Mineral Technology; 2013 October 20-24; Goiânia, Brasil. Goiânia: Gráfica Pires do Rio; 2013. p.46-52.

10 Instituto Adolfo Lutz. Métodos químicos e físicos para análise de alimentos. 4. ed. São Paulo: Instituto Adolfo Lutz; 2008.

11 Zuppa TO. Avaliação das potencialidades de plantas nativas e introduzidas no cerrado na obtenção de óleos e gorduras vegetais [dissertação de mestrado]. Goiânia: Universidade Federal de Goiás; 2001.

12 Hiane PA, Ramos Filho MM, Ramos MIL, Macedo MLR. Bocaiuva, Acrocomia aculeata (Jacq.) Lodd., pulp and kernel oils: Characterization and fatty acid composition. Brazilian Journal of Food Technology. 2005;8(3):256-259.

13 Amaral FP, Broetto F, Batistella CB, Jorge SMA. Extração e caracterização qualitativa de óleo de polpa e amêndoas de frutos de macaúba [Acrocomia aculeata (Jacq) Lodd. Ex Mart] coletada na região de Botucatu, SP. Revista Energia na Agricultura. 2011;26(1):12-20. http://dx.doi.org/10.17224/EnergAgric.2011v26n1p12-20.

14 Melo PG. Produção e caracterização de biodieseis obtidos a partir da oleaginosa macaúba (Acrocomia Aculeata) [dissertação de mestrado]. Uberlândia: Universidade Federal de Uberlândia; 2012.

15 Brandão PRG, Caires LG, Queiroz DSB. Vegetable lipid oil-based collectors in the flotation of apatite ores. Minerals Engineering. 1994;7(7):917-925. http://dx.doi.org/10.1016/0892-6875(94)90133-3.
588696fa7f8c9dd9008b47ae tmm Articles
Links & Downloads

Tecnol. Metal. Mater. Min.

Share this page
Page Sections