Tecnologia em Metalurgia, Materiais e Mineração
https://www.tecnologiammm.com.br/article/doi/10.4322/tmm.2012.014
Tecnologia em Metalurgia, Materiais e Mineração
Artigo Original

ESTUDOS DE CARACTERIZAÇÃO E CONCENTRAÇÃO DE ITABIRITO COMPACTO DO COMPLEXO SERRA AZUL, MG

STUDIES OF CHARACTERIZATION AND CONCENTRATION OF COMPACT ITABIRITE OF THE SERRA AZUL COMPLEX, MG

Vasconcelos, João Antônio; Brandão, Paulo Roberto G.; Lemos, Lucas Nogueira

Downloads: 2
Views: 837

Resumo

A Mina Lagoa das Flores constitui uma das principais ocorrências de minério de ferro situada no Complexo Serra Azul, localizado na borda noroeste do Quadrilátero Ferrífero, onde se encontram outras empresas como Arcelor Mittal, Usiminas, MBL e MMX. Atualmente, são gerados cerca de 2,2 Mt/ano de estéril, sendo 70% constituído de itabirito compacto cujo recurso mineral é da ordem de 370 Mt. Os objetivos são, para esta tipologia, a caracterização mineralógica e o desenvolvimento de rotas de processo, por ensaios de bancada com estudos de work índex, índice de abrasão e ensaios de concentração magnética, deslamagem e flotação. O minério mostrou-se composto essencialmente por quartzo e hematita martítica, com magnetita minoritária; o teor médio de ferro foi 34,3%; o grau de liberação do quartzo foi de 92% abaixo de 0,075 mm. A melhor opção para aproveitamento do minério é a moagem a –0,15 mm, seguida de concentração magnética de médio e alto campo, remoagem a –0,053 mm e flotação catiônica reversa. Assim, é possível obter um concentrado final com 67,8% Fe e 1,84% SiO2 e recuperação metálica de 83%.

Palavras-chave

Itabirito, Caracterização mineralógica, Rota de processo, Resíduos

Abstract

The Lagoa das Flores Mine is an important iron ore deposit located at the Serra Azul complex in the Northwestern border of the Ferriferous Quadrangle, Minas Gerais, where other important mines also occur, such as Arcelor Mittal, Usiminas, MBL and MMX. Presently 2.2 Mt/year of waste are generated; 70% of this waste is comprised by compact itabirite whose mineral resource is of the order of 370 Mt. The goals are to perform a mineralogical characterization and the development of process routes for this ore type by bench scale testing. The latter was carried out by work index and abrasion index determinations and magnetic concentration, desliming and flotation testing. The ore was composed by quartz, martitic hematite and minor magnetite; the average iron content was 34.3% and the quartz liberation degree was 92% below 0.075 mm. The best processing route are grinding to –0.15 mm, followed by medium and high strength field magnetic concentration, regrinding to –0.053 mm and reverse cationic flotation. Therefore, a final concentrate with 67.8% Fe, 1.84% SiO2 contents and metallic recovery of 83% is obtained.

Keywords

Itabirite, Mineralogical characterization, Process route, Waste

Referências

1 ROSIÈRE, C. A.; CHEMALE JUNIOR, F. Itabiritos e minérios de ferro de alto teor do Quadrilátero Ferrífero: uma visão geral e discussão. Genomos, v. 8, n. 2, p. 27-42, 2000.

2 SOUZA, E. S. Rota de processo para aproveitamento de rochas itabiríticas estéreis da mina de Conceição. 2005. 104 p. Dissertação (Mestrado em Tecnologia Mineral) – Engenharia de Minas da Escola de Engenharia da Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2005.

3 CALIXTO, M. F. Rotas para concentração de rejeitos de minério de ferro itabiríticos. 2001. 101 p. Dissertação (Mestrado em Tecnologia Mineral) – Engenharia de Minas da Escola de Engenharia da Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2001.

4 KNECHT, J.; PATZELT, N. High pressure grinding rolls: applications for the platinum industry. In: INTERNATIONAL PLATINUM CONFERENCE ‘PLATINUM ADDING VALUE’, 2004, San City. Johannesburg: The South African Institute of Mining and Metallurgy, 2004. P. 83-8.

5 DANIEL, M. J.; MORRELL, S. HPGR model verification and scale-up. Minerals Engineering, v. 17, n. 11-12, p. 1149‑61, Nov-Dec. 2004. http://dx.doi.org/10.1016/j.mineng.2004.05.016

6 METSO MINERALS. Manual de britagem. 6. ed. Sorocaba: Grafilínea, 2005.

7 DONDA, J. D. Um método para prever o consumo específico de energia na (re)moagem de concentrados de minérios de ferro em moinhos de bolas. 2003. 71 p. Dissertação (Mestrado em Tecnologia Mineral) – Engenharia de Minas da Escola de Engenharia da Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2003.

8 FIGUEIRA, H. V. O.; ALMEIDA, S. L. M., LUZ, A. B. Cominuição. Comunicação técnica elaborada para a 4a edição do livro de Tratamento de Minérios, 2004. p. 113-94. Disponível em: . Acesso em: 01 jun. 2009.

588696987f8c9dd9008b45ed tmm Articles
Links & Downloads

Tecnol. Metal. Mater. Min.

Share this page
Page Sections