Tecnologia em Metalurgia, Materiais e Mineração
https://www.tecnologiammm.com.br/article/doi/10.4322/tmm.2012.018
Tecnologia em Metalurgia, Materiais e Mineração
Artigo Original

MANUSEIO, ESTOCAGEM E QUALIDADE DO MINÉRIO DE FERRO

HANDLING, STORAGE AND IRON ORE QUALITY

Fortes, Fabiana Fonseca; Pereira, Carlos Alberto

Downloads: 0
Views: 451

Resumo

Este trabalho busca identificar os impactos do manuseio e da estocagem na qualidade do minério de ferro, com relação às suas características físicas e químicas de maior interesse para a mineradora. Pretende-se identificar as interferências na qualidade do minério ocasionadas pelos equipamentos de manuseio e pela estocagem em pilhas de homogeneização. O estudo é delimitado ao Complexo Vargem Grande (Vale). O espaço temporal foi demarcado com base na formação das pilhas de homogeneização. A pesquisa de campo possibilitou coleta de dados e distinção entre procedimentos rotineiros e casuais nas operações de manuseio. A análise quantitativa é conduzida pelo método estatístico. Conclui-se que as atividades de estocagem e manuseio identificadas são capazes de inserir alterações nas características do minério de ferro. Os estoques tanto contribuem para a redução da variabilidade dos teores de sílica e alumina quanto para a deterioração granulométrica. O manuseio induz a degradação e a segregação. Porém, existe a possibilidade de diminuição do manuseio do minério e redimensionamento dos estoques com vista à maior eficiência do sistema e consequente redução de custo.

Palavras-chave

Minério de ferro, Qualidade, Manuseio, Estocagem

Abstract

This paper aims to identify handling and storage impact in iron ore quality, in their physical and chemical characteristics most important for a mining. It is tried to show the interferences in iron ore quality caused by the handling equipment and stockpiling. The research is restricted to Complexo Vargem Grande (Vale). The timeline was demarcated based on the formation of stockpiling. The fieldwork enables data collection and distinction of the routine procedures of casual operations handling. The quantitative analysis is conducted by the statistical method. As a conclusion, handling and storage identified are able to insert changes in physical and chemical characteristics of iron ore. Storage contributes to reduce variability of silica and alumina concentrations, but contributes too particle size deterioration. The handling induces degradation and segregation. However, there is the possibility to decrease handling of the ore and to establish the ideal size of stocks on the system in study, improving the efficiency of the system and consequent in global costs.

Keywords

Iron ore, Quality, Handling, Storage

Referências

1 INSTITUTO BRASILEIRO DE MINERAÇÃO. Informações e análises da economia mineral brasileira. 5. ed. Disponível em: . Acesso em: 10 fev. 2011.

2 BOWERSOX, D. J.; CLOSS, D. J. Logística empresarial: o processo de integração da cadeia de suprimento. São Paulo: Atlas, 2001.

3 NOVAES, A. G. Logística e gerenciamento da cadeia de distribuição: estratégia, operação e avaliação. 2. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004.

4 4) ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR ISO 9001: Sistemas de gestão da qualidade - Requisitos. Rio de Janeiro, 2000.

5 SCHOFIELD, C. G. Homogenisation/blending systems design and control for minerals processing. Clausthal: Trans Tech, 1980.

6 CHAVES, A. P.; FERREIRA, F. M. Estocagem, homogeneização. [S.l.: s.n.], 1996. [Apostila].

7 PRICE, W. L. Storage and transportation of minerals. In: HARTMAN, H. L. SME mining engineering handbook. 2. ed. Colorado: Society for Mining, Metallurgy, and Exploration, 1992. v. 1.

8 USIMINAS. Utilização do minério de ferro na siderurgia. [S.l.]: Usiminas, 2005. 9 VALENTE, J. M. G. P. Estatística aplicada ao processamento de minerais. Curso de especialização em processamento de minerais. Departamento de Mineração da Escola de Minas da Universidade Federal de Ouro Preto. Ouro Preto: Fundação Gorceix, 1984.

10 COSTA, J. F. C. L. et al. Aperfeiçoamento da estratégia de homogeneização em pilhas chevron utilizando simulação geoestatística. REM: Revista da Escola de Minas, v. 61, n. 3, p. 291-6, jul.-set. 2008.

11 PELZER, H. K. Long distance conveyors: economics and operating experience with the Sahara phosphate conveyor. In: ARGALL JR., G. O. Mineral Transportation 3: proceedings; International Symposium on Transport and Handling of Minerals, 3., 1979, Vancouver. Proceedings... Canadá: Miller Freeman, 1979.

12 Metso Minerals. Manual de britagem. 3. ed. São Paulo: Metso Minerals, 2005.

13 YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.

14 CRUZ, C.; RIBEIRO, U. Metodologia científica: teoria e prática. 2. ed. Rio de Janeiro: Axcel, 2004.

588696997f8c9dd9008b45f1 tmm Articles
Links & Downloads

Tecnol. Metal. Mater. Min.

Share this page
Page Sections