Tecnologia em Metalurgia, Materiais e Mineração
https://www.tecnologiammm.com.br/doi/10.4322/2176-1523.20191688
Tecnologia em Metalurgia, Materiais e Mineração
Artigo Original

UTILIZAÇÃO DE REJEITO MAGNÉTICO PARA MOLDAGEM DE TIJOLOS

USE OF MAGNETIC TAILING FOR BRICK MOLDING

Marcos Vinicius Agapito Mendes, André Silva Ribeiro, Douglas de Assunção Oliveira, Eloisa Angélica Silva Garcia, Marcella Lourenço Bueno Agapito

Downloads: 0
Views: 101

Resumo

mo Os resíduos sólidos são uma realidade da sociedade moderna, contribuindo para consequências no planejamento e gestão de indústrias e centros urbanos. Assim, a reutilização destes resíduos para produção de diversos materiais surge como uma alternativa. A mineração é um setor da economia que descarta grandes volumes de material em barragens de rejeito e pilhas de estéril, tornando-se importante a busca por reutilização destes materiais, visando a minimização de impactos ambientais. Este estudo busca analisar a viabilidade técnica de substituição do solo por rejeito magnético gerado no processamento de rocha fosfática na produção de tijolos solo-cimento. Ensaios de resistência mecânica à compressão, absorção e aferição da densidade foram realizados. Os resultados indicam tijolos com resistência mecânica e densidade superior e absorção inferior ao tijolo moldado para controle. Portanto, este estudo preliminar permite concluir que é possível a substituição parcial do solo por rejeito magnético na produção de tijolos solo-cimento, obtendo características semelhantes ou melhores.

Palavras-chave

Rejeito magnético; Resistência mecânica; Tijolo solo-cimento.

Abstract

Solid waste is a reality of modern society, contributing to consequences in the planning and management of industries and urban centers. Thus, the reuse of these wastes for the production of various materials appears as an alternative. Mining is a sector of the economy that discards large volumes of material in tailings dams and sterile piles, making it important to search reuse of these materials in order to minimize environmental impacts. This study search to analyze the technical feasibility of soil substitution by magnetic tailings generated in phosphate rock processing in the production of soil-cement bricks. Tests of mechanical resistance to compression, absorption and density measurement were performed. The results indicate bricks with mechanical resistance and superior density and inferior absorption to the molded brick for control. Therefore, this preliminary study allows to conclude that it is possible the partial replacement of the soil by magnetic waste in the production of soil-cement bricks, obtaining similar or better characteristics.

Keywords

Magnetic tailing; Mechanical resistance; Soil-cement brick.

Referências

1 United Nations. Department of Economic and Social Affairs, Population Division. World population prospects: the 2017 revision, key findings and advance tables. Working Paper No. ESA/P/WP/248. New York: United Nations; 2018. [acesso em 8 mar. 2018]. Disponível em: https://esa.un.org/unpd/wpp/Publications/Files/WPP2017_KeyFindings.pdf

2 United Nations. Department of Economic and Social Affairs, Population Division. World urbanization prospects: the 2014 revision, highlights (ST/ESA/SER.A/352). New York: United Nations; 2014 [acesso em 8 mar. 2018]. Disponível em: https://esa.un.org/unpd/wup/Publications/Files/WUP2014-Highlights.pdf

3 Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada – IPEA. Diagnóstico dos resíduos sólidos urbanos: relatório de pesquisa. Brasília: IPEA; 2012. [acesso em 8 mar. 2018]. Disponível em: http://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/relatoriopesquisa/121009_relatorio_residuos_solidos_urbanos.pdf

4 Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada – IPEA. Diagnóstico dos resíduos sólidos industriais: relatório de pesquisa. Brasília: IPEA; 2012 [acesso em 8 mar. 2018]. Disponível em: http://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/relatoriopesquisa/120927_relatorio_residuos_solidos_industriais.pdf

5 Brasil. Lei nº 12.305, de 2 de agosto de 2010. Institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos; altera a Lei no 9.605, de 12 de fevereiro de 1998; e dá outras providências. Diário Oficial da União. 2010 [acesso em 8 mar. 2018]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/lei/l12305.htm

6 Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada – IPEA. Diagnóstico dos Resíduos sólidos da atividade de mineração de substâncias não energéticas: relatório de pesquisa. Brasília: IPEA; 2012 [acesso em 8 mar. 2018]. Disponível em: http://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/relatoriopesquisa/120814_relatorio_atividade_mineracao.pdf

7 Nicoli TA. Proposição de uma nova sistemática de disposição dos rejeitos magnéticos provenientes do beneficiamento da rocha fosfática da mina chapadão, Catalão/GO [dissertação]. Ouro Preto: Universidade Federal de Ouro Preto; 2014.

8 Mendes MVA, Silva AC, Barbosa DHBM. Substituição do agregado miúdo por magnetita na composição do concreto. Enciclopédia Biosfera. 2014;10(19):513-523.

9 Silva AC, Silva EMS, Mendes MVA, Barbosa DHBM. Magnetite tailing replacing quartz sand in concrete formulation. In: Proceedings of 14th International Mineral Processing Symposium; 2014; Kusadasi, Turkey. Istanbul: Turkish Mining Development Foundation; 2014. p. 599-604.

10 Silva AC, Mendes MVA, Silva EMS. Substituição de areia por magnetita na formulação do concreto. Tecnologica em Metalurgia, Materiais e Mineração. 2016;13(3):265-269.

11 Deus RM, Battistelle RAG, Silva GHR. Resíduos sólidos no Brasil: contexto, lacunas e tendências. Engenharia Sanitaria e Ambiental. 2015;20(4):685-698. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-41522015020040129347.

12 Weber E, Campos RFF, Borga T. Análise da eficiência do tijolo ecológico solo-cimento na construção civil. Ignis. 2017 [acesso em 8 mar. 2018];6(2):18-34. Disponível em: http://www.periodicosuniarp.com.br/ignis/article/view/1178/706

13 Marins DS, Santos JHT, Nascimento BLS, Lima IBG, Santos NM. Resistência a compressão simples e absorção de água em tijolos ecológicos com a incorporação de papel kraft. In: Anais do 7º Fórum Internacional de Resíduos Sólidos; 2016; Porto Alegre, Brasil. Brasília: Universidade de Brasília; 2016 [acesso em 8 mar. 2018]. Disponível em: http://www.firs.institutoventuri.org.br/images/T097_RESIST%C3%8ANCIA_A_COMPRESS%C3%83O_ SIMPLES_E_ABSOR%C3%87%C3%83O_DE_%C3%81GUA_EM_TIJOLOS_ECOL%C3%93GICOS_COM_A_ INCORPORA%C3%87%C3%83O_DE_PAPEL_KRAFT.pdf

14 Silva D, Aguiar MB. A utilização da casca da banana como substituição de parte do cimento na produção de tijolos ecológicos: a busca por alternativas sustentáveis. Percurso Acadêmico. 2017 [acesso em 8 mar. 2018];7(13):19-32. Disponível em: http://periodicos.pucminas.br/index.php/percursoacademico/article/view/P.2236-0603.2017v7n13p19/12372

15 Copari VP, Oliveira MB. Confecção de tijolos ecológicos como alternativa para reutilização dos resíduos gerados por centrais dosadoras de concreto. REINPEC. 2016;2(1):122-127. http://dx.doi.org/10.20951/2446-6778/v2n1a10.

16 Sena RJ, Laursen A, Silva JS. Avaliação mecânica de tijolo maciço solo-cimento contendo resíduo de pet. Veredas. 2017 [acesso em 8 mar. 2018];10(1):69-83. Disponível em: http://veredas.favip.edu.br/ojs/index.php/veredas1/article/view/643/pdf

17 Santos AM, Passos MG, Santos JHT, Costa FN. Utilização da fibra de ráfia como adição em solo-cimento para produção de tijolos ecológicos: uma avaliação físico-mecânica. Revista Univap. 2016;22(40):702-707. Edição Especial. https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1457.

18 Oliveira JL, Silva JC, Damasceno FA, Damasceno LFB. Desenvolvimento de protótipos de prensas manuais para confecção de tijolos ecológicos, visando a sustentabilidade de pequenas construções rurais. Revista Brasileira de Agropecuária Sustentável. 2015 [acesso em 8 mar. 2018];5(2):38-46. Disponível em: http://www.rbas.com.br/index.php/rbas/article/view/295/276

19 Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT. NBR 10883: Fabricação de tijolo e bloco de solo-cimento com utilização de prensa manual ou hidráulica – Procedimento. Rio de Janeiro: ABNT; 2013.

20 Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT. NBR NM 248: Agregados – Determinação da composição granulométrica. Rio de Janeiro: ABNT; 2003.

21 Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT. NBR 8491: Tijolo solo-cimento – Requisitos. Rio de Janeiro: ABNT; 2013.

22 Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT. NBR 8492: Tijolo solo-cimento – Análise dimensional, determinação da resistência à compressão e da absorção de água – Método de ensaio. Rio de Janeiro: ABNT; 2013.

23 Zhu M, Wang H, Liu L, Ji R, Wang X. Preparation and characterization of permeable bricks from gangue and tailings. Construction & Building Materials. 2017;(148):484-491. http://dx.doi.org/10.1016/j.conbuildmat.2017.05.096.

24 Murmu AL, Patel A. Towards sustainable bricks production: an overview. Construction & Building Materials. 2018;(165):112-125. http://dx.doi.org/10.1016/j.conbuildmat.2018.01.038.

25 Rodrigues LP, Holanda JNF. Recycling of water treatment plant waste for production of soil-cement bricks. Procedia Materials Science, 2015(8):197-202. https://doi.org/10.1016/j.mspro.2015.04.064.

5de9425d0e88252f0ae31d41 tmm Articles
Links & Downloads

Tecnol. Metal. Mater. Min.

Share this page
Page Sections